NOTÍCIAS

10.03.2014
FISIOTERAPEUTA DÁ DICAS PARA VOCÊ EVITAR LESÕES NA HORA DE DIRIGIR
Horas de congestionamento podem causar danos à saúde dos motoristas

Época de férias, de viajar com a família, pegar o carro e por o pé na estrada para curtir e descansar. Mas, até chegar ao destino e aproveitar o "bem bom", a gente fica horas e horas preso no engarrafamento. E não existe nada mais estressante do que ficar parado no trânsito! O brasileiro enfrenta muitas dificuldades nas estradas e no dia-a-dia, as ruas estão sempre engarrafadas.

Uma pesquisa feita por uma empresa holandesa especializada em navegação em 2013, em 169 cidades, revelou que o Rio de Janeiro é a terceira cidade mais congestionada do mundo. Ficou atrás apenas de Moscou (na Rússia) e em Istambul (na Turquia). No Rio, os percursos demoram 50% a mais do tempo que seriam feitos sem engarrafamento. No horário de pico, que é no fim da tarde, o tempo perdido no trânsito chega a ser 125% maior, ou seja, mais que o dobro. Já São Paulo ficou na sétima posição.
Além de toda a questão ambiental e do tempo precioso que se perde, ficar horas e mais horas sentado ao volante pode causar danos à coluna e muita dor nas costas.
A fisioterapeuta Ariane Pitrez que deu dicas preciosas para fazer a diferença no seu dia-a-dia. Afinal, o corpo humano é composto por cerca de 600 músculos, e quase todos eles estão envolvidos na hora de dirigir.

- “Os cuidados pra minimizar esse impacto no corpo já podem começar antes de entrar no carro. A primeira dica para enfrentar o trânsito com a postura em dia é alongar os músculos do quadril, através da extensão da coxa”, indicou Ariane.

- Outra boa dia é fazer uma flexão de tronco, levando-o a frente. “Assim você vai alongar um músculo que também vai encurtar na posição sentada, que são os posteriores da coxa”, explicou.

- A hora de entrar no carro também não pode ser de qualquer jeito. “Deixe o apoio das duas pernas no solo, flexione o joelho, e sente. E a partir daí, com o apoio do quadril, você coloca a sua perna para dentro do carro”, disse Ariane.

- Outra coisa importante é sentar sempre apoiado nos ossos ísquios, aqueles dois ossinhos do bumbum. “Um jeito bem fácil da gente perceber esses ossos é numa cadeira. Apoie os seus dedos no seu glúteo. Chegue o tronco um pouquinho para frente e repare se dois ossinhos espetam seus dedos”, comentou a fisioterapeuta.

- Um dos músculos mais importantes é o transverso, o mais profundo do abdômen, que fica na posição horizontal e serve como um estabilizador da lombar. Ariane dá a dica para fortalecê-lo: “Você tem que ter a intenção de contrair a barriga, direcionando o umbigo para dentro da sua coluna, como se fosse uma contração, respirando naturalmente e mantendo a contração do umbigo para dentro”.

- Mais um músculo que precisa ser trabalhado para evitar lesões é o períneo. “É o último de todos, que fica no assoalho pélvico e sustenta toda a ação da gravidade, atmosférica e todos os órgãos. A contração dele é como se você tivesse querendo ir ao banheiro urinar e não pudesse naquele momento, então você precisa reter a urina naquele momento”, exemplificou.

Fonte: Globo
 
 

 

Voltar para notícias